Médicos do Hospital das Forças Armadas estão em greve

Print Friendly, PDF & Email

Entretanto os serviços de urgência e emergência estão mantidos

Por Francine Marquez

Médicos civis do Hospital das Forças Armadas (HFA), 60% do quadro médico,  entraram em greve nesta sexta-feira (12) por tempo indeterminado. Entretanto os serviços de urgência e emergência estão mantidos.

Estão suspensos o serviço de perícia, homologação de atestados, as cirurgias e atendimentos ambulatoriais eletivos serão reagendados.

As principais reivindicações são, efetivação do plano de carreira, cargos e salários, parado no governo federal desde 2012, gratificação de preceptoria de residência médica, remuneração para chefia de serviço médico, regulamentação de plantões de sobreaviso, plantão de 18 horas.

O HFA oferece atendimento em 57 clínicas de diversas especialidades a militares e familiares, servidores administrativos do Ministério da Defesa, da Escola Superior de Guerra e do próprio HFA, conveniados, representações diplomáticas autorizadas pelo Itamaraty e à Presidência da República.

Fonte: Diário do Poder

0