Secretaria de Saúde afirma não haver previsão de pagamento de horas extras de abril

30
Print Friendly, PDF & Email

Servidor critica falsas promessas por parte do governo

Por Kleber Karpov

Após a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) prometer, há cerca de 15 dias, realizar o pagamento das Horas Extras (HEs), em atraso desde abril, o que não ocorreu, os servidores acionaram Política Distrital,  para tentar descobrir quando devem receber tais recursos.

O secretário de Saúde, Humberto Lucena, chegou a anunciar, em abril, o retorno a regularidade a regularização no pagamento das Horas Extras (HEs) dos servidores da Saúde. Porém, até o momento, as promessas não cumpridas apenas deixam os servidores insatisfeitos. Esse é o parecer de uma servidora, que pede para não ser identificada.

“Está cada dia mais difícil para nós servidores porque o governo promete, chega ao ponto de ir para a televisão mentir que vai regularizar o pagamento, nós que precisamos contamos com esse recurso e somos prejudicados, porque não podemos fazer compromisso e quando fazemos não podemos arcar com ele por causa das mentiras do secretário e do governo.”

De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), o valor para o pagamento da dívida, de R$ 8,5 milhões, está empenhado. Porém, até o momento a segue sem previsão de pagamento.

“A Secretaria de Saúde esclarece que a folha de horas extras referente ao mês de abril está empenhada aguardando repasse financeiro. O valor é de R$ 8,5 milhões e ainda não há previsão para o pagamento, pois depende deste repasse.”

Publicidade

 

0

Comentário