23.5 C
Brasília
10 dez 2023 08:30


Abaixo assinado pede impeachment de governador Rollemberg

Por Kleber Karpov

Um abaixo-assinado pedindo impeachment do governador, Rodrigo Rollemberg (PSB) publicado nesta segunda-feira (26/Out), começa a ganhar corpo nas redes sociais e grupos do aplicativo Whatsapp. Com mais de 2500 assinaturas a petição eletrônica recolhe assinaturas à ser entregue na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) e questiona o não pagamento dos reajustes de 33 categorias de servidores públicos do DF, juntas devem somar cerca de 100 mil servidores.

Entre as justificativas para o impeachment a autora, Josiane J., lembra: “O governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg descumpriu leis de reajustes à 33 categorias dos servidores públicos do DF aprovadas pela Câmara Legislativa do Distrito Federal em 2013 e, julgadas como constitucionais pelo TJDFT em maio de 2015. Faltou com publicidade na prestação das contas públicas infligindo um princípio da administração pública deixando assim a população do DF penalizada. Além disso, bloqueou o repasse de verbas dos sindicatos caracterizando apropriação indébita de recursos. Vale ressaltar ainda, que o governador sacou 1,7 bilhão do IPREV; 357 milhões das emendas parlamentares, aumentou a tarifa do transporte coletivo e do restaurante comunitário e, mesmo assim não investiu em políticas públicas para população. Portanto, fica evidente a incapacidade do governador de gerir o Distrito Federal.”.

Mais insatisfação

Além do impeachment, outra manifestação de contrariedade à gestão de Rollemberg deve antecer na tarde de terça-feira (27/Out), ocasião em que 19 sindicatos que compõem o Movimento em Defesa do Servidor Público, devem ajuizar ação de improbidade administrativa e de crime de responsabilidade contra o governador junto ao Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT).

O agendamento da visita ao Tribunal está prevista para acontecer após a realização de ato unificado na Câmara Legislativa do DF (CLDF), ocasião em que os sindicalistas devem pedir aos deputados a obstrução das votações provenientes a projetos do Executivo que tenham por finalidade reajustar impostos à população do DF.

Na mesma data, os sindicatos pretendem colocar Rollemberg no banco dos réus. Isso porque devem ajuizar ação de improbidade administrativa e de crime de responsabilidade, junto ao governador junto ao TJDFT.

Opinião

A julgar pela revolta do funcionalismo público e da baixa popularidade de Rollemberg, esse abaixo assinado ainda pode tirar o sono do Governador.

Onde encontrar: Clique para acessar o abaixo-assinado.

Atualização: 27/Out/2015 às 1h07