Organização Social: Hospital da Criança assume pediatria do Hospital de Base do DF

41
Print Friendly, PDF & Email

Servidores foram surpreendidos sem aviso prévio por parte da Secretaria de Saúde

Por Kleber Karpov

Uma nota sobre o início da terceirização da Saúde do DF, por meio das Organziações Sociais (OSs),  começou a circular nesta terça-feira (29/Set) em grupos do aplicativo Whatsapp e nas redes sociais. De acordo com a nota, o OSS Abrace, assumiria ‘invadiu’ o Hospital de Base do DF (HBDF) informando que assumiria a pediatria da Unidade. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF).

Ao receber a informação, o blog Política Distrital, fez contato com o secretário de Saúde, Fábio Gondim, que confirmou a informação, embora afirmasse ainda não ter data definida.

Por meio da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da SES-DF, a SES-DF informou que o serviço de pediatria, oferecido pelo HBDF, será assumido pelo Hospital da Criança de Brasília José Alencar,  quando o segundo bloco desta unidade, que está em construção, for concluído.

Publicidade

“Neste momento, a secretaria está estudando formas de fazer essa transição, de modo que não haja descontinuidade no atendimento. Uma das alternativas seria o trabalho conjunto das duas equipes.”, afirmou a ASCOM.

E os concursados?

ses_concursadosCom a oficialização da intervenção da SES-DF, para resolver o desabastecimento de servidores nas unidades de Saúde do DF, os concursados que aguardam nomeação ficaram aflitos. Mas, segundo a ASCOM da Secretaria, os concursados que estão prestes a serem nomeados, podem ficar tranquilos pois a nomeação desses profissionais devem acontecer normalmente.

Hospital da Criança

De acordo com a SES a obra, no Hospital da Criança (HC), deverá ficar pronta até dezembro de 2016. A obra teve investimento de R$ 82 milhões do GDF, equivalente a 80,2% do total do valor, e, US$10,5 milhões da Organização Mundial da Família, ligada a Organização das Nações Unidas (ONU).

A SES informa também que o bloco II do hospital terá 22 mil metros quadrados, ou seja, o triplo do bloco I, que possui 7 mil metros quadrados. Com os 202 novos leitos, dos quais 38 serão de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 164 para internação. Atualmente, são apenas 22 leitos e o serviço funciona como hospital dia, ou seja, as crianças só podem permanecer por curtos períodos e, ao necessitar de longas permanências, são transferidas para outras unidades.

Ainda segundo a SES-DF, com o novo bloco, o DF será referência no Centro-Oeste em transplantes infantis, tratamento de hemopatias (doenças do sangue) e câncer. Além disso, os 164 leitos para a internação representam um aumento de 28% no número de vagas em toda a rede. Já os 38 leitos de UTI pediátrico significam um salto de 59%, já que atualmente a rede só possui 64 vagas.”.

0

Comentário