Câmara Legislativa deve ajudar a garantir pagamento de servidores do GDF

16
Print Friendly, PDF & Email
Por Kleber Karpov

Sem recursos em caixa para realizar os pagamentos dos servidores do GDF o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), recorreu ao Governo Federal para tentar conseguir verba de modo que possa honrar com o pagamento dos mais de 130 mil servidores do DF. Mas diante da incerteza, a Câmara Legislativa do DF (CLDF) conta com um ‘Plano B’, transferir recursos do Instituto de Previdência dos Servidores do Distrito Federal (IPREV) para garantir que os trabalhadores recebam em dia.

De acordo com a presidente da CLDF, Celina Leão (PDT), a CLDF deve colocar em votação na terça-feira (29/Set) a transferência de cerca de R$ 600 milhões do IPREV para garantir o pagamento dos servidores do GDF.

De acordo com Celina Leão o Instituto tem um superávit de R$ 3 bilhões, de modo que, R$ 600 milhões estão dentro de uma margem de segurança que pode ser direcionado para uso do GDF sem comprometer o fundo de pensão dos aposentados.

Mas o dinheiro volta

Publicidade

Segundo Celina Leão para que o remanejamento desse recurso seja aprovado na CLDF o  GDF deve dar garantia de que o recurso deverá voltar ao caixa do IPREV. “Vamos dar terrenos da Terracap [Companhia Imobiliária de Brasília] como garantia para que a gente realmente faça a reposição desse recurso e vamos pagar as folhas de outubro, novembro e dezembro com esse dinheiro.”, disse.

E a União?

Embora Rollemberg tenha recorrido ao Governo Federal para tentar obter recursos, pode ocorrer de o GDF não ter parecer favorável. Isso porque a União vive o ápice de uma crise financeira em que tem que cortar gastos e fazer contenções de despesas a qualquer custo é a palavra de ordem.

Nesse contexto o GDF terá que se virar com o quadrado da CLDF.

2

Comentário