Vi, Ouvi… Por aí…

33
Print Friendly, PDF & Email

GDF/CARTÃO MATERIAL ESCOLAR

“Governo deixou as papelarias com o prejuízo do cartão escolar. O Desenvolvimento Econômico do DF é regido pela patotinha. Fazem o que querem e ponto final. Os empresários que fechem suas portas. E o desemprego que aumente. Quem liga? Enquanto isso a fútil Praia e as concessões estão a vista. Licitações? Alguém viu?
130 mil alunos ficaram sem os 80 reais de auxílio para o material escolar.
Detalhe: o valor do cartão em 2014 era de 240,00. Rollemberg reduziu para 80,00, e no final das contas não cumpriu.”

Por blogueira Cris Oliveira, postado no Facebook, em referência à matéria GDF Suspende Cartão material escolar deste ano

 

GDF/LICENÇA PRÊMIO

Publicidade

“Sobre a suspensão do pagamento da licença premio em pecúnia aos servidores do GDF, o governo informa não ter recursos e que só no 1o semestre deste ano, teve servidor que recebeu, SOZINHO, R$ 620.000,00. Ora, tem algo ERRADO nessa informação. Se um servidor, que se aposenta aos 30 anos de trabalho, acumula 6 licenças premios, o que equivale a 18 meses. Considerando ainda que o teto salarial dos servidores é de R$ 33. 7663,00 e que este valor multiplicado por 18= R$ 605. 934, 00 BRUTO. Descontado o IR no percentual de 27, 5%, sobra R$ 439. 302, 15. Como chegaram ao valor de 620 mil?? Alô, controladoria e corregedoria, vamos investigar esses pagamentos! Por isso que o dinheiro não dá, com uma matemática dessas… aff”

Por Silene Almeida, servidora pública, postado no Facebook, em referência a matéria no DFTV sobre pagamento da Licença-Prêmio

“As propostas apresentadas pelo governo de Brasília para mudança na aposentadoria são extremamente prejudiciais aos servidores. Leia o resumido texto explicativo abaixo para entender a situação.”

Por SindMédico, postado no Facebook, em referência a matéria no DFTV sobre pagamento da Licença-Prêmio

 

DELAÇÃO  PREMIADA

“Hum… Agora quer, né? “

mi_2321953949039921

Por escritora Luciene Rodrigues, postado no Facebook, em referência a matéria da Revista Isto é: Citado na Lava Jato, Cunha quer mudar lei sobre delação