ATO VERGONHOSO: Administrador do Lago Sul promete cargos para síndicos oportunistas desfiliarem os seus condomínios da AJAB depois das eleições

46
Print Friendly, PDF & Email

Administrador de Rollemberg  estaria prometendo cargos no GDF para quem ficar contra a associação de moradores que levou conquistas que ele não conseguiu à região. Paraguassú age como mosca de padaria: “não come e ainda estraga a comida”

Por Redação Radar

A convocação das eleições para a nova diretoria da Associação Comunitária do Jardim Botânico –AJAB, marcada para o dia 22 de junho, já revela as vísceras de um plano mirabolante que estaria sendo arquitetado pelo administrador do Lago Sul e interino do Jardim Botânico, Aldenir Paraguassú.

Segundo informações chegadas ao conhecimento do Radar, o administrador resolveu declaradamente patrocinar uma das chapas concorrentes, inclusive com a promessa de distribuição de cargos no GDF. Caso seja derrotada tal chapa, o compromisso é desfilar seus condomínios da AJAB na tentativa de enfraquecer a entidade. Os moradores são contra a malandragem política de Paraguassú.

Saiba porque ele não gosta da associação

Publicidade

Apesar do ritmo ainda tímido, mas quem passa pelo Jardim Botânico já começa a perceber o movimento de maquinas a serviço do Departamento de Estrada e Rodagem- DER, na construção do alargamento da pista que deverá receber um trecho de três quilômetros da BR – 001, principal via que liga à cidade, bem como a pavimentação e melhoramento do acesso ao Jardim Mangueiral.

Além disso, os moradores da região sentem a melhoria, mesmo de forma paliativa, no escoamento do transito em horário de pico e percebe ainda a presença de mais policiais cuidando da segurança publica.

Todo esse conjunto de providências por parte do GDF só foi possível graças ao empenho da Associação Comunitária dos Condomínios do Jardim Botânico, a AJAB. O esforço feito para minorar os graves problemas que afetam milhares de pessoas que moram na região desagradou o administrador do Lago Sul e interino do Jardim Botânico, Aldenir Paraguassú que arquiteta plano para acabar com a AJAB.

O desempenho da presidente da AJAB, Viviane Fidélis, do presidente da Associação dos Moradores do Setor São Bartolomeu, Claudemir Pita e do presidente da Associação dos Moradores do Tororó, Major Bento, em parceria com o conjunto de outras lideranças e síndicos dos condomínios da região tem produzido um desconforto ao administrador do Lago Sul, uma vez que lhe falta competência e não consegue sequer agradar os moradores do Lago Sul, prova é a montoeira de graves problemas enfrentados por aquela cidade.

Paraguassú passou o tempo todo torcendo pelo fim da RA-27 do Jardim Botânico, projeto do Governo Rollemberg que naufragou na Câmara Legislativa diante da forte pressão popular contrária a proposta que acabava com pelo menos sete administrações regionais.

Desde o inicio do atual governo, que a cidade do Jardim Botânico segue abandonada. É pífia a atenção dada pelo administrador interino Aldenir Paraguassú à cidade dos condomínios, que precisa de tudo. Os comerciantes não possuem alvarás para tocar seus negócios, não sabem a onde resolver e são implacavelmente multados pela AGEFIS pela falta de um documento que deveria ser providenciado pelo administrador da cidade.

Além disso, o mato cresce nos canteiros da cidade e os buracos nas pistas crescem em números. A única presença de Paraguassú nestes últimos cinco meses como administrador interino do Jardim Botânico é nas enfadonhas “rodas de conversas fiadas” e sem resultados que realiza com um pequeno grupo de moradores do Condomínio Ouro Vermelho II.

Por causa disso, as lideranças caíram em campo e reuniram-se com as mais diversas autoridades dos mais variados setores do GDF para chamar a atenção delas para as demandas da comunidade. Os resultados começam a aparecer. As obras de reestruturação da DF 035, (Estrada Parque Cabeça de Veado), que liga ao Lago Sul às regiões do Jardim Botânico, também foram solicitadas pela AJAB. Mas Aldenir Paraguassú pega a carona dizendo que o feito é dele.

No dia 22 de junho, a AJAB fará as suas eleições para o Conselho Executivo e Conselho Fiscal. O líder comunitário e presidente da Associação dos Moradores do São Bartolomeu, Claudemir Pita, apoiado pela ampla maioria dos síndicos dos condomínios e que conta com o apoio das mais importantes lideranças da região, deverá homologar a sua chapa no inicio da próxima semana.

A outra candidata, Rosilene Marques Martins, sindica do Ouro Vermelho I, que estaria contando com a ajuda do administrador do Lago Sul, mais ela nega, também registrará a sua chapa na próxima semana. O bom destino da AJAB está nas mãos daqueles que querem que a entidade continuem fazendo pela cidade do Jardim Botânico o que o administrador do Lago Sul deixou de fazer.

Fonte: Radar Condomínios

0

Comentário