Major que reduziu criminalidade em São Sebastião pode ser exonerado por testar colete balístico no quartel

55
Print Friendly, PDF & Email

Por Poliglota

O final de semana em São Sebastião foi marcado por protestos de moradores contra a possível saída do Major Cláudio Santos (GTOP), subcomandante do 21º Batalhão da Polícia Militar instalado na cidade. A população promete para hoje (18) e durante o transcorrer de toda a semana mais manifestações, inclusive com queima de pneus e fechamento da via principal da cidade.

Segundo apurado pelo blog, vários policiais recém-formados que haviam se apresentado no Batalhão para compor o efetivo local questionaram a eficiência dos coletes balísticos existentes na unidade, motivados principalmente pela recente tragédia que vitimou o Agente da PRF semana passada que teve seu colete perfurado por um disparo de um projetil calibre .38 e veio a óbito.

Buscando tranquilizar os policiais e demonstrar a eficácia dos coletes, o Major fez uma demonstração nas dependências da área do batalhão testando os coletes com disparos de pistola .40 e revólver calibre .38, que foi filmado pelos policiais.

O vídeo, de cunho interno, acabou vazando em grupos civis nas redes sociais e chegou ao conhecimento do comando da corporação, que segundo informações, determinou o afastamento do subcomandante.

Publicidade

O Major Cláudio é muito querido e respeitado pela população de São Sebastião pela eficiência com que conseguiu transformar a cidade num lugar calmo para se morar. Além do mais, os próprios policiais do batalhão se dedicaram sobremaneira após a chegada do oficial dando o retorno esperado pela população no combate à criminalidade.

Durante sua permanência no batalhão, os índices de criminalidade na cidade praticamente foram à zero e além de várias armas apreendidas diuturnamente, seis gangues que atormentavam os moradores foram desarticuladas e seus integrantes presos pelos policiais do batalhão sob o comando do Major Cláudio.

Esse mesmo Major que está prestes a ser exonerado foi o protagonista, junto com o GTOP 41 (São Sebastião) da prisão dos elementos que sequestraram e assassinaram o TCel do Exército na 208 Norte. Será que isso não deve ser levado em conta, além do currículo de bons serviços prestados à comunidade conforme acima apresentado? Ou será mero capricho de comandos que talvez nem saiba o que está acontecendo nas cidades do DF?

Ouvidos pelo blog, Associações de moradores e grupos de comerciantes da cidade esperam que a decisão seja revista pelo comando da PM, caso contrário São Sebastião poderá ter uma semana de várias manifestações que certamente incomodará o já desgastado governo Rolemberg, e isso é uma coisa da qual esse governo está correndo léguas.

 

Fonte: Blog do Tenente Poliglota

0

Comentário