Rosso vai ao STF para defender o Entorno

29
Print Friendly, PDF & Email

O líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso (DF), protocolou ontem (07), no Supremo Tribunal Federal (STF) ação que pretende resolver os problemas de infraestrutura, violência e insegurança nas cidades do Entorno. A arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) pede que a União repare os prejuízos causados nas cidades que circundam o Distrito Federal pelo desrespeito ao cinturão de 30 km previsto no Artigo 28 da Lei 2.874/1956, que criou a capital federal.

Rosso tem razão

A preocupação de Rogério Rosso para com esta região, coisa rara por parte dos agentes públicos e políticos com mandatos infelizmente, faz todo o sentido.

Vale destacar que cinco cidades goianas da região do Entorno do Distrito Federal apresentam crescimento populacional acima da média do país. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Águas Lindas de Goiás, por exemplo, cresceu 2,61% em um ano, enquanto no Brasil a taxa média ficou em 0,8%. Em Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Formosa e Luziânia, o número variou entre 1,57% e 2,26%.

Este crescimento demográfico poderia ser bem mais positivo do que negativo, se os moradores do Entorno não passassem a conviver cada vez mais com vários problemas estruturais, dentre eles a falta de aparelhos de segurança, escolas e hospitais, principalmente pela ausência do Estado, pois os representantes e aspirantes a cargos públicos só “costumam dar as caras por lá” em período eleitoral. Para o DF, de quarto em quatro anos, para os demais estados vizinhos, a cada dois anos.  Depois disso, o Entorno volta a ser a “terra do nem”: nem é do DF e nem do Goiás.

Publicidade

Fonte: Blog do Professor Chico

0

Comentário