Sem Horas-Extras SAMU-DF deve atender com ‘limitações’

56
Print Friendly, PDF & Email

Com o atraso dos pagamentos das Horas-Extras aos servidores da Saúde do DF, os atendimentos de traslados de pacientes realizados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-DF), podem ser prejudicados nesta segunda-feira (04/Fev).

Uma fonte que prefere não ser identificada, informou ao blog Política Distrital que em decorrência do atraso do pagamento das Horas-Extras não haverá viaturas do SAMU-DF rodando o suficiente. O recado foi claro: “Sem pagar as Horas-Extras, não vamos trabalhar.”, afirmou.

O pagamento das horas extras era esperado até o quinto dia útil de Abril, embora pudesse ser realizado até o final do mês, porém, até o momento, os servidores da Saúde não receberam tais proventos.

E a promessa de não atrasar pagamentos dos servidores governador?

Embora o governador Rollemberg tenha afirmado que não haveria atrasos de pagamentos dos servidores, os trabalhadores da Saúde se queixam que não houve cumprimento da palavra e algumas entidades já apontam uma paralisação para tentar resolver o problema. Esse é o caso do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem que se manifestou na última semana.

Publicidade

Na ocasião o vice-presidente do Sindate-DF, questionou a falta de reconhecimento do trabalho dos servidores. De acordo com Vianna: “Desde o ano passado o servidor vem sendo humilhado pelo governo, antes GDF e hoje GDB-Governo de Brasília (SIC), para receber horas trabalhadas. O servidor se dedica, se esforça, assiste a população e ainda tem que brigar pelo que é seu de direito?”, questionou Vianna.

0

Comentário