Concursados que aguardam nomeação na Saúde fazem paralisação no Buriti

43
Print Friendly, PDF & Email

Cerca de 200 concursados que aguardam nomeação para a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), se concentraram na manhã de quinta-feira (30/Abr) em frente ao Palácio do Buriti. A manifestação foi organizada pela Comissão dos Aprovados da SES-DF com o apoio do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (Sindate-DF).

O ato dos concursados teve como finalidade pressionar o governo à nomeação dos aprovados no concurso público realizado pela SES-DF de 2014. Profissionais de várias categorias participaram da manifestação que contou com a presença da deputada federal, Erika Kokay (PT) e do distrital, Reginaldo Veras (PDT).

De acordo com Kokay: “Apoiar a entrada dos concursados é apoiar a melhoria na saúde, a melhoria do atendimento e os direitos da população.”, afirmou a deputada. Veras por sua vez ressaltou a importância do movimento organizado. Para Veras: “Não há conquista sem pressão e sem organização um movimento como esse mostra para a sociedade que vocês estão organizados e acima de tudo mostra à sociedade a necessidade de nomeação desses profissionais.”, afirmou Veras.

Durante a mobilização o vice-presidente do Sindate-DF, Jorge Vianna, ao discursar no caminhão, fez uma constatação da realidade dos diversos concurseiros do DF. “Brasília não é mais a capital do concurso público. É a capital das manifestações do concurso público.”, afirmou.

Comissão é recebida pelo GDF

Publicidade

A Comissão dos Aprovados na SES-DF foi recebida pelo secretário-adjunto, da Secretaria de Relações Institucionais e Sociais (SERI), Manoel Antônio Vieira Alexandre e pelo Subsecretário de Gestão Participativa da SES-DF, Tiago Araújo Coelho de Souza, no Palácio do Buriti de onde saíram com boa impressão.

Segundo Vianna: “A comissão achou que a reunião foi bastante proveitosa pois saímos com um calendário de reuniões e com um posicionamento positivo de nomeações, para ocupação dos cargos em vacância, que são cerca de 600 nomeações que podem sair a qualquer momento.”, afirmou Vianna.

Vianna observou ainda que o GDF deve apresentar o balanço quadrimestral das finanças do GDF ao final de Maio e que após, devem apresentar uma posição mais concreta em relação às nomeações.

biologa
A bióloga Marina Jurado avalia como positivo a abertura do GDF em receber concursados


Para a concursada, aprovada, da biologia, Marina Jurado Vicente, a abertura por parte do GDF para receber e ouvir as reivindicações dos concursados foi proveitosa: “Eles pareceram bem compromissados com a nossa causa e nos deram esse espaço para a gente trazer o nosso lado e ouvir o deles também. Nós todos temos o interesse da melhoria da saúde e o que se faz aqui é União. Temos que unir os interesses e sermos ouvidos.”, afirmou ao lembrar do principal beneficiado: “Nós estamos aqui representando as categorias da saúde mas também da sociedade. Nós também somos cidadãos e nos servimos da saúde do DF.”, completou Vicente.

Cargos em vacância

Os cargos em vacância surgem a media em que as vagas ficam disponíveis em casos de saída dos servidores em que ocorrem exonerações, morte, devolução  ou aposentadoria. No caso da secretaria de Saúde, o secretário, João Batista, havia anunciado em Março, a disponibilidade de quase 800 vagas, porém desde então a SES-DF nomeou apenas 205 servidores. Com isso outras quase 600 vagas podem ser preenchidas por concursados de diversas áreas.

Atualizado em 4/5/15 às 2h43min.
1

Comentário