Moradores de Ceilândia apresentam demandas à Câmara Legislativa

28
Print Friendly, PDF & Email

Moradores de Ceilândia apresentaram suas demandas aos deputados distritais na tarde desta quinta-feira (26), em sessão itinerante da Câmara Legislativa, realizada no centro da cidade. A sessão externa faz parte do projeto “Câmara em Movimento”, que tem como objetivo aproximar a população do Legislativo local.

Mais de 50 moradores de Ceilândia puderam se manifestar durante a sessão. Melhoria das escolas, segurança pública, geração de emprego, recapeamento do asfalto, transporte, recolhimento de lixo, criminalização da homofobia e regularização de templos religiosos foram algumas das reivindicações apresentadas pelos moradores.

As propostas e sugestões apresentadas pela população serão sistematizadas, analisadas pelos distritais e encaminhadas ao Executivo. A presidente da Câmara Legislativa, deputada Celina Leão (PDT), destacou que o objetivo do projeto “Câmara em Movimento” é aproximar o Legislativo local da sociedade. Por meio do projeto, os deputados pretendem criar oportunidade para que os cidadãos compreendam melhor a função dos parlamentares, além de ouvirem as reivindicações da comunidade.

O deputado Rodrigo Delmasso (PTN) aproveitou a sessão para ressaltar a passagem do Dia Mundial de Combate ao Preconceito contra as Pessoas com Epilepsia. Segundo ele, o DF tem 50 mil pessoas com o problema e não oferece atendimento adequado na rede pública de saúde.

Já o deputado Prof. Israel (PV) criticou a diferença de estrutura e qualidade de ensino entre escolas públicas de cidades diferentes. Na opinião do distrital, a maioria das escolas da Ceilândia não tem estrutura adequada, prejudicando os estudantes locais. Segundo ele, essa realidade configura uma “exclusão social pela escola”. Ele defendeu escolas iguais para ricos e pobres.

Publicidade

O deputado Chico Vigilante (PT) cobrou do GDF melhorias no policiamento e na manutenção das vias públicas da cidade. E a deputada Luzia de Paula (PEN) ressaltou a importância da história de lutas de Ceilândia.

Administração regional – Uma possível divisão de Ceilândia em várias outras administrações regionais também foi abordada na sessão. A ex-governadora Maria de Lourdes Abadia, primeira administradora da cidade, manifestou-se contra a reformulação. Para ela, o melhor para a cidade é uma administração regional independente e com recursos. Alguns moradores também defenderam a manutenção da cidade com a configuração atual. Por outro lado, houve manifestações favoráveis à criação de administrações independentes para os condomínios Sol Nascente e Pôr do Sol.

A sessão também foi uma homenagem da Câmara Legislativa ao aniversário da cidade. Ceilândia é a cidade mais populosa do DF, com aproximadamente 600 mil habitantes, e completa 44 anos nesta sexta-feira (27).  A cidade conta com o maior colégio eleitoral do DF, com 283.506 eleitores, segundo o recadastramento biométrico realizado em 2014.

Câmara em Movimento – Esta foi a segunda edição do projeto “Câmara em Movimento”. A primeira aconteceu na Rodoviária do Plano Piloto, em fevereiro. As próximas edições do projeto estão programadas para Sobradinho (16/4), Samambaia (21/5) e Brazlândia (11/6).

Participaram da sessão os deputados Celina Leão, Wasny de Roure (PT), Chico Vigilante (PT), Bispo Renato Andrade (PR), Prof. Reginaldo Veras (PDT), Rodrigo Delmasso (PTN), Dr. Michel (PP), Liliane Roriz (PRTB), Luiza de Paula (PEN), Sandra Faraj (SD), Telma Rufino (PPL), Ricardo Vale (PT), Prof. Israel (PV), Rafael Prudente (PMDB), Cristiano Araújo (PTB), Juarezão (PRTB), Lira (PHS), Júlio César (PRB) e Chico Leite (PT).

Fonte: Câmara Legislativa

15

Comentário