Direito de Resposta: Ex-subsecretária da Subsecretaria de Administração Geral da Secretaria de Saúde responde ao Política Distrital

29
Print Friendly, PDF & Email

Em respeito ao direito de resposta previsto na Constituição Federal, Política Distrital concede o espaço e publica, na íntegra, resposta da ex-subsecretária da Subsecretaria de Administração Geral (SUAG), doutora, Vanusa Lopes Ferreira Hermeto, recebido nesta quarta-feira (26/Mar), em razão da matéria veiculada pelo Blog Política Distrital, intitulada SES-DF: Caso de polícia ou erro de nomeação?, publicada em 19 de Março sobre exonerações e investigações das polícias Civil e Federal na Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF).

Confira abaixo a nota de Vanusa Hermeto, sobre a matéria:

Com fundamento no artigo 5º, inciso V da CF/88, cumpre esclarecer que:

Fui convidada a assumir a Subsecretaria de Administração Geral da Secretaria de Estado de Saúde, pela segunda vez, em 02/01/15, temporariamente, até que definissem um nome, para o referido cargo, porém, minha nomeação gerou grande expectativa nos servidores e nos próprios fornecedores, devido ao meu perfil, legalista, transparente, autêntico e ao dinamismo que é inerente a minha personalidade, além do mais, sou advogada e servidora da casa, e ainda acredito que é possível ser um gestor público com zelo, responsabilidade e honestidade. Também, defendo a ideia de que só podemos ser um gestor público, quando sabemos diferenciar o público do privado, ou seja, o que é bem pessoal do que pertence ao povo.

Desse modo, ressalto que enquanto gestora não pratiquei qualquer ato irregular com fins ilícitos, mas nossos atos estavam arraigados nos princípios da administração pública para garantir serviços públicos de qualidade, e principalmente o bem maior, qual seja, a vida. Desse modo, nossa luta diária era para atender os reclamos das regionais, uma vez que, ou buscávamos recursos financeiros, para pagar as empresas que já estavam há alguns meses sem receber, ou os serviços seriam paralisados, causando o caos na rede de saúde, inclusive sendo noticiado na mídia, quase que diariamente. Ao final, cumpre esclarecer que após exercer o cargo de Subsecretária, retornei ao cargo de assessora especial, porém, em decorrência de uma reestruturação que está sendo feita na SES fui exonerada, de modo que, desconheço ter sido exonerada por irregularidades praticadas em contratos. Ressalto, ainda caso queira disponibilizo todos os pagamentos que realizamos, enquanto gestora, bem como os contratos que foram prorrogados no mencionado período, para atestar a veracidade dos fatos aqui relacionados.

Publicidade

Ass. Vanusa Hermeto

21

Comentário